01_ Em 2011, a Companhia registrou crescimento nos prêmios de Saúde e Odontológico, Automóveis, Ramos Elementares e Pessoas (Vida e Previdência). Conheça os principais destaques

Saúde e Odontológico Aquisição da Dental PLAN, lançamento de produtos e ampliação da certificação digital. + Saiba Mais
Automóveis Aumento da capilaridade, novos produtos e melhorias em precificação e gestão de sinistros. + Saiba Mais
Ramos Elementares Aprimoramento da política de aceitação de riscos e lançamento de novos produtos. + Saiba Mais
Pessoas (Vida e Previdência) Lançamento do Portal "Previdência Sem Blá Blá Blá" e adoção de novas tábuas atuariais. + Saiba Mais
Gestão de Ativos R$ 19,6 bilhões de ativos sob gestão, com classificação AMP-1 Muito Forte da S&P. + Saiba Mais

Seguro Saúde Grupal

Os prêmios de seguro saúde grupal totalizaram R$ 4,7 bilhões, um aumento de 24,8% frente a 2010. Esse crescimento se deve aos reajustes das apólices e ao incremento de 32,4% na carteira de beneficiários, que alcançou 1,9 milhão de segurados ao final do ano. O segmento de seguro saúde grupal é subdividido em seguro saúde corporativo, seguro saúde pequenas e médias empresas e planos odontológicos.

Seguro Saúde Corporativo
Os prêmios cresceram 20,9% comparados ao ano anterior. A SulAmérica encerrou o ano com uma carteira de saúde grupal corporativa com 1.176 mil segurados, o que equivale a 49% do total de beneficiários do segmento de Saúde e Odontológico.

Seguro Saúde Pequenas e Médias Empresas (PME)
Os prêmios aumentaram 37% em comparação a 2010, resultado de reajustes aplicados aos planos e do aumento no número de beneficiários da carteira, que alcançou 272 mil membros ao final de 2011.

Planos Odontológicos
Os prêmios alcançaram R$ 73,9 milhões, um crescimento de 93,7%. Após a aquisição da Dental PLAN, no primeiro semestre de 2011, a Companhia iniciou o processo de integração dessa empresa no segmento Saúde e Odontológico. Ao final do ano, a SulAmérica contava com 449.790 beneficiários, 103,4% acima do verificado em 2010.

Seguro Saúde Individual

O segmento de seguro saúde individual registrou prêmios de R$ 1,5 bilhão, crescimento de 3,3% em relação a 2010. A Companhia encerrou 2011 com 241.297 segurados, redução de 6,7% comparada ao ano anterior.

Saúde e Odontológico
Os prêmios cresceram 18,8% em relação a 2010, alcançando R$ 6,3 bilhões. A sinistralidade foi de 79,8%, 2,2 pontos percentuais acima do ano anterior, devido à maior frequência de utilização e ao incremento nos preços de materiais e medicamentos. Veja os indicadores.

Automóveis
Os prêmios alcançaram R$ 2,2 bilhões, uma elevação de 7,3% frente a 2010, com aumento de 8,2% da frota, que encerrou o ano com 1,5 milhão de veículos segurados. O índice de sinistralidade cresceu 3,7 p.p., chegando a 64,1%, decorrente da competição acirrada do setor durante 2011, sobretudo nos primeiros seis meses do ano, e dos maiores custos com sinistros (peças e mão de obra das oficinas).

Ramos Elementares
Prêmios de R$ 493,9 milhões, 7,2% acima do ano anterior. Esse crescimento se deve ao incremento nos ramos de transportes (7,4%), massificados (4,6%) e responsabilidade civil geral (89,3%), que representaram 55,7% do total da carteira desse segmento. A sinistralidade alcançou 54,3%, a mais baixa desde a abertura de capital da SulAmérica. O aperfeiçoamento da política de aceitação de riscos e a metodologia de precificação adotadas pela Companhia possibilitaram a melhoria do desempenho operacional em 2011.

Pessoas (Vida e Previdência)
Os prêmios desse segmento totalizaram R$ 473,9 milhões, um crescimento de 7,8% em relação ao ano anterior. A carteira de seguros de Pessoas encerrou 2011 com 2.253 mil vidas. No ano, esse segmento registrou sinistralidade de 64,0%, 13,5 p.p. acima de 2010, impactado negativamente pela constituição de Provisão de Insuficiência de Prêmios (PIP) realizada no segundo trimestre do ano.



Para saber mais, veja a seção Segmentos de Negócios.

topo